Prefeitura de Simões Filho inicia obras das Unidades de Saúde do Ponto de Parada e Cristo Rei

Compartilhar
Nenhum Comentário Por Agência Visual News, 4 de abril de 2017

A Prefeitura iniciou a construção das novas Unidades Básicas de Saúde (UBS) do Ponto de Parada e do Cristo Rei. As UBSs vão oferecer consultas médicas, tratamento odontológico, curativos, vacinas e coleta de exames laboratoriais.

“Teremos duas obras de qualidade e com tempo recorde de conclusão. Esse será o perfil que iremos implantar em todas as obras que a prefeitura vai realizar”, garantiu o prefeito.

As UBSs, que integram a Política Nacional de Atenção Básica, são de Porte III, com área construída de cerca de 500 m² e três equipes de atenção básica. A área de abrangência de cada uma é de 12 mil habitantes.

A obra é continuação do projeto iniciado em 2011, na gestão do ex-prefeito Eduardo Alencar que em sua composição previa a construção de 5 UBS destinadas  as localidades de Eucalipto – Travessa Santa Rita, Pitanga de Palmares – Rua Esperança, Ponto de Parada – Rua Vale das Fontes,  Jardim Dourado – Rua Maceió e UBS Cristo Rei – Rua Almirante Barroso.

O serviço será realizado pela empresa IPQ Engenharia, que em agosto de 2016 teria participado do processo licitatório para a construção das UBS e de acordo com o prefeito Dinha foi submetida a uma auditoria para atestar a idoneidade do processo, e estando legítimo habilitou a empresa a prosseguir a prestação do serviço de contratado 0093/2017.

Um dos diretores da IPQ, Antonio Galvão  afirmou que a empresa além de construir a obra também firmou com o prefeito o compromisso de utilizar o material e a mão de obra local, gerando emprego e renda. “Não vamos só trazer saúde pra população vamos gerar emprego e estimular a economia da cidade”, destacou.

A obra prevê um investimento total de R$ 2 milhões e 400mil com 70% do valor oferecido pelo Governo Federal e 30% por investimentos da prefeitura, que segundo Dinha já está reservado em caixa para ser repassado para empresa a medida que a obra for acontecendo o valor  aproximado de R$ 1milhão para a construção da duas unidades autorizadas.

Dinha ainda revelou que alguns logradouros escolhidos para sediar as UBS na gestão anterior foram substituídos  por questões estratégicas, como é o caso do Km 25, mas vale salientar que os bairros escolhidos permanecerão os mesmos tendo em vista as demandas da população.


Deixe um comentário