Otto é pleiteado como vice de Alckmin para sucessão presidencial em 2018

Compartilhar
Nenhum Comentário Por Agência Visual News, 3 de março de 2017

O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), quer atrair o senador Otto Alencar (PSD) para a vaga de vice em sua chapa na sucessão presidencial de 2018, da qual é pré-candidato.

Para os estrategistas políticos do tucano, a dobradinha com um nome de expressão no Nordeste é vista como essencial para impulsionar Alckmin na região, onde o tucano tem os menores índices de intenção de voto.

O Presidente nacional do PSD e ministro da Ciência e Tecnologia, Gilberto Kassab, apoia a ideia e está interessado em ter o partido como número dois do Planalto, caso Alckmin vença a disputa.

No entanto, a candidatura de Otto a vice tiraria o parlamentar da disputa pelo governo do estado e enfraqueceria a base aliada ao PT na Bahia. Cenário que beneficia  diretamente o DEM.

Otto, que preside o PSD na Bahia recentemente conseguiu a eleição de seu indicado político e correligionário Ângelo Coronel para a Assembleia Legislativa, que de acordo com ele não ampliará o poder do seu grupo político no legislativo baiano, visto que a eleição ocorreu em parceria com outros partidos e lideranças.

“Não altera nada, ele está sendo eleito com vários partidos e lideranças. Ao contrário do que as pessoas falam, não me considero vitorioso ou mais forte, disse. Coronel só vai ser vitorioso se prestar grande serviço aos baianos”, revelou ele.


Deixe um comentário